Casa de Cedofeita


[PRÉMIO REABILITAÇÃO NA CONSTRUÇÃO 2015] O prédio situado na zona de Cedofeita era detentor de todas aquelas qualidades próprias de vários edifícios anónimos dos finais do século XIX e início do século XX: boa qualidade construtiva, com paredes em granito e estrutura horizontal em madeira.
Mas para além disso, era também detentor de uma história, ela própria igualmente anónima, de várias modificações que procuraram, ao longo dos tempos, ajeitar o prédio às necessidades dos seus utentes. O resultado final já poucos vestígios apresentava da sua origem, excepto, lá está, a sua qualidade construtiva. Foi a partir daí que trabalhámos a pensar num programa num programa ambicioso: criar condições de habitabilidade para uma família de cinco elementos, sendo que estaríamos obrigados a criar um espaço de trabalho autónomo para o chefe de família e ainda uma biblioteca. Trtando-se de uma família “numerosa” (pelo menos para os padrões contemporâneos, a cozinha e os espaços comuns também exigiam uma abordagem que permitisse um fluxo permantente de pessoas, ao mesmo tempo que protegesse o recato da família. A biblioteca ficou “arrumada” na própria escada, assumindo-se como um elemento estruturador da vivência doméstica e a cozinha instalada num modulo “no meio do caminho”, um local por onde todos têm de passar, residentes ou visitas.


FICHA TÉCNICA: Designação: Casa de Cedofeita Ι Código: P0055 Ι Ano: 2014 Ι Local: Porto Ι Arquitectura[Coordenação]: Adriana Floret Ι Arquitectura[Colaboradores]: Inês Dinis Ι Estabilidade: Avelino Santos  Ι Águas:  N40W8 Lda Ι Fotografia: João Morgado.